Expansão

Grupo Vignoli faz 20 anos em 2024 e investe R$ 20 milhões com expansão de suas marcas pelo Norte-Nordeste

Publicado em

09/02/2024 10h58

Compartilhe
  • Whatsapp
  • Linkedin

Atualmente, são 17 unidades no Brasil, nas cidades de Fortaleza, Eusébio, São Luís, Teresina e João Pessoa

O grupo cearense Vignoli, que completa 20 anos em 2024, está expandindo as operações de suas marcas em território brasileiro. Ao todo, o grupo possui quatro marcas diferentes, o Restaurante Vignoli; Vignoli Cucina, com cardápio e atendimento ágil e prático; Natural Leve, com comidas leves e saudáveis e Viggi, exclusivo para delivery. 

Atualmente, são 17 unidades no Brasil, nas cidades de Fortaleza, Eusébio, São Luís, Teresina e João Pessoa, empregando cerca de 350 funcionários diretos. O grupo planeja, para este ano, investir R$ 20 milhões para abrir entre quatro e cinco unidades, planejando crescimento de 35%. A primeira movimentação de 2024 é uma nova loja da Natural Leve em um dos grandes shoppings de Fortaleza. A marca de comidas leves e saudáveis já possui uma unidade na Beira Mar de Fortaleza. 

Fora do Ceará, o grupo já está em obras avançadas de uma segunda unidade em São Luís, no Maranhão, e em negociações avançadas para  alcançar novas capitais no Brasil, como Natal, no Rio Grande do Norte e a primeira loja do grupo na região norte, em Manaus-AM. 

“Já figuramos como os maiores players de pizza do Nordeste e queremos alcançar novos mercados. Esse ano devemos chegar à Região Norte, e nos próximos anos explorar os territórios do Centro-Oeste e Sudeste. A intenção é manter ou aumentar esse ritmo, abrindo cerca de cinco lojas por ano nos próximos cinco anos, gerando entre 250 e 300 novos postos de trabalho anuais”, afirmou o CEO do grupo, Júlio Bezerra.

Para atender essa expansão, o Vignoli ampliou a sua cozinha central, que passa a ter capacidade de atender até 50 unidades do Grupo. Em paralelo, as lojas Sul e Silva Jatahy passarão por grandes reformas para ampliar e modernizar os espaços, incluindo o novo padrão das brinquedotecas, que chega a ser até cinco vezes maior que o atual.