10ª edição

Tradição e Inovação: o segredo por trás do sucesso das empresas familiares do Nordeste

Publicado em

18/12/2023 08h32

Compartilhe
  • Whatsapp
  • Linkedin

Tecnologia, pessoas no centro das decisões e agilidade são pilares que sustentam as marcas ao longo de décadas

Impactar positivamente a vida das pessoas por meio do trabalho e da geração de renda. Foi com esse propósito que em 1974 nascia o Grupo Guararapes, fundado por Nevaldo Rocha e seu irmão Newton Rocha, dois jovens do interior do Rio Grande do Norte, mas com sonhos de romper diversas barreiras. Mais de 70 anos depois, a marca Riachuelo se consolida como uma das maiores empresas de moda do Brasil. 

“Meu avô sempre falava que ele tinha nascido e vivido para gerar empregos e impactar positivamente o seu entorno, dando oportunidades para que as pessoas pudessem mudar de vida, especialmente aquelas que tinham algumas limitações – territorial ou financeira, por exemplo. E me dá muito orgulho ver que, depois de 76 anos, essa premissa continua muito viva em toda a nossa cadeia produtiva”, compartilha a neta de Nevaldo, Marcella Kanner, Head de Comunicação Corporativa e Marca da Riachuelo e Diretora de Comunicação do Instituto Riachuelo. 

Há mais de 20 anos trabalhando na Riachuelo, Marcella comenta que a empresa familiar, também com capital aberto, exige evoluções de governança e níveis cada vez mais altos de
transparência, sem deixar de lado o legado do fundador, que é a valorização das pessoas como o principal ativo da marca.

“Eu costumo falar que adoro o modelo de negócios da Riachuelo. Somos uma empresa de capital aberto, então temos sócios e devemos satisfações ao mercado. E, ao mesmo tempo, temos a nossa família, que segue trilhando os caminhos do nosso avô. No fim, existe uma sinergia entre essas duas esferas, e acho que todas as mudanças que tivemos nos últimos meses e anos só nos mostram que estamos na direção certa e unidos”. 

Ainda de acordo com Marcella, para se manter competitiva no varejo, a Riachuelo investe no aprimoramento da experiência de compra digital das clientes e no impacto positivo que querem gerar no setor e na sociedade – seja com a evolução dos processos produtivos mais sustentáveis ou abrindo novos canais de contato e diálogo com o público, mirando sempre a omnicanalidade.

“Na Riachuelo, calibramos o nosso olhar e estratégia constantemente, mirando na evolução da nossa forma de trabalhar para entender como trazer formatos cada vez mais certeiros e inovadores – nos produtos, na cadeia produtiva, em como revelamos nossos valores, ou no relacionamento com as nossas clientes”, finaliza.

Tradição que impulsiona o futuro

Cinco gerações marcam a história da mais antiga empresa em atividade no Brasil, nas mãos de uma mesma família.  O Grupo Telles aposta na inovação, aliada à tradição, como mola propulsora para o futuro.

“A inovação é parte dos nossos valores, e está em nosso DNA, na nossa história e garantirá o nosso futuro. A tradição não pode ser sinônimo de saudosismo e nem uma rota que nos faz olhar pelo retrovisor. Ela precisa ser algo que nos impulsiona, nos fortalece e sedimenta, nos dando referência de onde viemos e para onde iremos”, afirma Aline Telles Chaves, vice-presidente de Operações do Grupo Telles. 

Sobre os principais fatores que contribuíram para o sucesso do Grupo Telles, Aline comenta que a harmonia da família, o profissionalismo dos membros familiares que atuam na organização e os instrumentos de governança refletem o jeito de ser da companhia.

“Uma empresa familiar deve ser gerida como qualquer outra, porém, sem perder a sua essência, tendo o sonho e o entusiasmo de um líder-fundador que tudo orienta e inspira. A empresa familiar de sucesso que almejo para meus filhos é aquela que eles nunca vão precisar dela – e, sim, a empresa, deles”.

Como parte das estratégias de inovação, o Grupo Telles implementou parques solares, além de apostar no desenvolvimento de produtos orgânicos e no uso de embalagens com tecnologia importada. Estas ações estão presentes nas sete empresas do Grupo que consolidaram o protagonismo da holding ao longo dos anos.  

Tecnologia e cliente no centro 

Há mais de três décadas no ramo de utilidades para o lar, a Freitas Varejo tem a tecnologia, o desenvolvimento das pessoas e o cliente no centro, como estratégias do negócio. “A rapidez na comunicação é essencial. Conseguir escutar o cliente e tomar decisões de forma rápida e eficiente certamente foi nosso diferencial para nos mantermos relevantes nesses 35 anos de existência”, comenta Pedro Freitas Neto, diretor de Marketing e Inovação. 

O sucesso da empresa, segundo Pedro, está no lema de todos os dias oferecer novidade aos clientes, atraindo sempre consumidores às lojas.

“Fomos adaptando o nosso modelo de lojas para que o cliente tenha uma experiência única com muita variedade e preço justo. Com nosso compromisso de ter novidade todo dia, conseguimos trazer o cliente constantemente a nossa loja. O que queremos é que além da compra o cliente sinta vontade e curiosidade para explorar nossos corredores e encontrar novidades que ele não tinha visto antes”.

Qualidade acima de tudo

A qualidade dos produtos, a tecnologia e os maquinários modernos, fazem da São Geraldo uma marca querida dos nordestinos, segundo Teresinha Lisieux, Diretora Administrativa da Cajuína São Geraldo.

“Em um mercado cada vez mais competitivo, e com o consumidor cada vez mais exigente, a empresa busca sempre priorizar a qualidade acima de tudo, e se posicionar como um produto de referência no seu sabor. Nos últimos anos foram feitos grandes investimentos em tecnologia, com a aquisição de vários maquinários modernos, para garantir cada vez mais a excelência e qualidade do nosso produto”.

A empresa caririense de forte cultura organizacional tem como diferencial a valorização cultural nordestina. “Considerando-se ‘O sabor do Nordeste’, a São Geraldo sempre procura enaltecer aquilo que é próprio da região em suas campanhas, comunicação e identidade da marca”, completa Teresinha.